:: Enviar este post para um Amigo:
                           * campos de preenchimento obrigatório

 Seu nome*:

 Seu e-mail*:

E-mail Amigo 1*:

E-mail Amigo 2

E-mail Amigo 3

                           Suas observações:

 Nº caracteres restantes : 100

Código de Segurança*:   

*Favor notificar meu(s) amigo(s) sobre este post do Blog do Milton.

 
   
 


 

O que é código de segurança ?
É o código numérico informado pela imagem ao lado. Ele é usado para garantir que o acesso ao banco de dados está sendo feito por uma pessoa ao invés de um programa de computador.
por Milton Assumpção em  15/08/2017  às 12h17

VIAGENS...VINHOS...e Muitas Histórias – Região de Champagne - FRANÇA

DEGUSTAÇÃO DE CHAMPAGNE COM ARQUEOLOGIA

Se você pretender visitar as regiões de produção do champagne, na França, minha recomendação é ir à Épernay, Troyes ou Reims. Épernay fica muito próximo de Reims e a 100 quilômetros de Troyes.

Reims é a cidade maior, onde estão localizadas a Taittinger, Veuve Clicquot, Martell e outras. Possui um centro comercial intenso com hotéis, lojas e restaurantes. A grande a atração é a Catedral de Notre-Dame onde foram coroados todos os Reis da França.

Em Épernay, na Avenue de Champagne, estão localizadas várias produtoras entre elas Möet & Chandon, Mercier. Perrier Jouet, De Castellane. É uma cidade muita pequena, com várias opções de degustações.

Muito próximo está a cidadezinha de Hautvillers, onde viveu e está enterrado o lendário Dom Pérignon. À sua volta, várias vilas e pequenas cidades com diversos produtores, entre elas a charmosa Oger, que produz um champagne de alta qualidade e sempre vencedores de prêmios.

Avenue de ChampagneTúmulo de Dom Perignon in Hautvillers

Troyes é a capital oficial da região de Champagne. Foi até o século XIX, a mais importante cidade produtora do champagne quando os grandes produtores se instalaram em Épernay.

Lá estão os produtores pequenos e familiares centenários. É uma cidade belíssima banhada pelo rio Sena.

Centro de Troyes   

Na última viagem, conheci um lugar incrível, e que recomendo fortemente que visitem. A indicação foi de uma atendente no Escritório de Turismo, que fica logo no início da Avenue de Champagne.   

La Cave aux Coquillages é a produtora do champagne Legrand Latour.

Fica na pequena vila de Fleury-la-Rivière a vinte minutos de Épernay.    Saindo de carro em direção a Paris pela D3, cinco quilômetros depois há uma indicação para a vila de Damery. Passa por dentro dela, atravessa o rio Marne, alguns poucos quilômetros se chega a Fleury-la-Rivière.    É uma pequena vila de uma só rua, e a La Cave aux Coquillages fica quase no fim desta rua. Muito fácil de chegar.

A indicação e a reserva para as 14h30 foram feitas pela assistente no Escritório de Turismo, que explicou que eram poucos tours, com número limitado de pessoas.    Ela nos deu um mapa e indicou a direção.    Chegamos ao local 15 minutos antes. Era uma residência antiga, encostada em um morro, onde estavam os vinhedos. Tocamos a campainha do portão e veio atender o proprietário, um senhor de meia-idade, magro, alto e muito simpático.    Levou-nos até um salão, que percebi que era da degustação, e lá estavam um outro casal e duas crianças de cerca de 7 anos de idade, que iriam no tour conosco.    No horário certo, às 14h30 nos deu um protetor de plástico para os sapatos, e iniciamos o tour.

Túnel de FósseisMuseu de Fósseis

Abriu uma grande porta e apareceu um túnel escavado por dentro do morro, no qual nós entramos.

Encravados nas paredes do túnel foram aparecendo fósseis, caramujos de todos os tamanhos, peixes, milhares de conchas. À medida que caminhávamos, ele ia explicando a que período da história geológica pertenciam. Chegamos a um pequeno museu onde havia uma exposição dos diversos fósseis já catalogados e separados por ordem dos períodos geológicos.

Pesquisando Fósseis   

Caminhamos pelos túneis até um lugar onde estavam dois jovens estudantes de arqueologia, coletando material do solo.    Ele então pegou uma pequena pá, raspou do chão uma quantidade de uma terra arenosa, peneirou e mostrou uma quantidade grande de pequenas conchas.   

“Aqui há 55 milhões de anos era mar!” Seguimos e entramos em um laboratório onde havia mais três estudantes limpando e selecionando os fósseis. Ele se sentou e mostrou como os fósseis eram identificados e selecionados.

Com o arqueólogo / viticultorCatalogando Fósseis

De lá, fomos para o salão de degustação. Ele explicou que era apaixonado por arqueologia e que aliava este trabalho como prazer de produzir champagne. As raízes do seu vinhedo descem mais de nove metros e atingem este terreno arenoso, com fósseis marinhos, e trazem nutrientes especiais para as uvas, que, por sua vez, dão um sabor todo especial para o champagne.Difícil descrever o sabor, mesmo porque a gente fica contagiado pelo que viu no tour. Posso garantir que é diferente dos outros que degustei. Trouxe duas garrafas.  O lugar é utilizado para práticas de estudantes de arqueologia.  É um passeio de três horas, mas que vale muito a pena.

Champagne Legrand LatourSalão de degustação

A maioria das visitas é feita às caves e a degustação, esta visita envolve arqueologia.  

Este texto faz parte do www.blogdomilton.com.br e estará no livro VIAGENS... VINHOS... e Muitas Histórias, que estarei lançando em Outubro.

Se quiserem outras dicas contatem-me pelo e-mail:
miltonassumpcao@terra.com.br

 comentar (0)     imprimir     permalink          O que é RSS ?
  
 

Blog via e-mail
Receba o conteúdo do Blog do Milton em seu e-mail

Categorias
• Uvas e Vinhos
• História
• Marketing
• Sustentabilidade
• Liderança
• Negócios
• Interesse Geral
  

Arquivo Anual
Posts são exibidos do fim para o começo de cada ano:
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010

  
Nós Lemos

Blog do Madia
Blog do Galeno
                       

 


Copyright © 2010 - 2017
    www.blogdomilton.com.br    Tel.(11) 3645-0409   Fax.(11) 3832-0335   ou   envie seu e-mail
 

powered by iBUSCAS Internet Buscas Company

O que são feeds?
O termo "feed" vem do verbo em inglês "alimentar". Se você tiver instalado um programa conhecido como "feed reader", "leitor de feeds"  ou "agregador de conteúdo", toda vez que o conteúdo deste blog for atualizado você receberá uma notificação instantânea.

O que é RSS?
O formato RSS 2.0 significa "Really Simple Syndication", é um padrão de arquivo XML que contém dados agrupados por categorias ou "tags" específicas. É amplamente utilizado pela blogosfera e sites de notícias para compartilhar as suas últimas novidades.