SOBRE UVAS, VINHOS, HISTÓRIA E... CERVEJA... PRAGA


12 nov 2014 às 18h15


PRAGA, é linda e como Paris, dá prazer em simplesmente passear e caminhar pela cidade.

Foi fundada 200 AC pelo Celtas e teve uma destacada atuação em toda sua existência.

Dominada pelo Romanos durante muito tempo, tornou-se independente e após vários reinados teve seu apogeu com Carlos IV, Rei da Bohemia no período de 1346 a 1378.

Praga nesta época, era então considerada a terceira mais importante cidade de todo o mundo, depois de Roma e Constantinopla (Istambul).

A partir de 1526 passou a fazer parte do império Austro- Hungaro, da Casa de Habsburg.

Após a 1ª Guerra Mundial teve o mesmo destino de Budapeste, domínio dos nazistas e depois dos comunistas.

Com a queda do muro de Berlim, a Checoslovaquia se dividiu em Eslovaquia e Republica Checa, sendo Praga a capital.


Os judeus tiveram importante contribuição no seu desenvolvimento.

Apesar dos registros indicarem sua presença no século X, acredita-se que começaram a chegar logo após a ultima destruição do Templo de Salomão.

O Cemitério Judeu de Praga , do século 14, é uma das importantes atrações turísticas.

É reconhecido tambem por ser o título do livro de Humberto Eco, que aborda entre outros temas, o Protocolo dos Sábios de Sião, dossiê falso que Hitler utilizou para justificar o extermínio dos judeus.

Apesar de ter muitas igrejas belíssimas, 80% da sua população é atéia.

E Isto se deve principalmente a dominação cultural dos comunistas russos, depois da 2ª guerra mundial.

As igrejas são utilizadas todos os dias para concertos musicais , que duram 1 hora, todas as tarde e inicio das noites.

Muito conveniente para quem passeia o dia inteiro. No fim da tarde , pode descansar e relaxar ouvindo Mozart, Vivaldi, e outros clássicos , ao sons de violinos, violoncelos , órgãos seculares, e ao preço de E$ 5,00


Hoje a cidade é dividida em três regiões principais.

Staré Mesto, a cidade velha, onde estão os principais e charmosos hotéis, lojas, calçadão, ruas estreitas cheias de boutiques, igrejas seculares, praças, o famoso relógio astronômico Orloj, muita agitação, e gente bonita.

Perto dali, o antigo bairro judeu, conhecido por Josefov, com o famoso cemitério de Praga, o museu da historia judia, e a velha sinagoga.

As lojas de marcas famosas estão tambem nesta região.

De Staré Mesto a Josefov são poucos quarteirões. Dá para ir caminhando numa boa,

Do outro lado do Rio Vitava, atravessando a Charles Bridge, que é uma atração à parte, fica o bairro novo de Malá Strana.

Ali estão o Castelo Real, hotéis tradicionais, embaixadas , os escritórios do governo.

A igreja do Menino Jesus de Praga tambem fica deste lado

Ao passar pela Charles Bridge, a visão de Praga, do rio, das pontes, todo o cenário, já vale a viagem.

Em Praga e em toda Republica Checa não se fala em vinho, o domínio é da cerveja.


A 20 kilometros de Praga, na cidade de Pilsen, já se produzia cerveja desde o ano 1295, mas coube a Joseph Groll, em 1842, criar a Pilsener Urquell, a famosa cerveja “LOIRA”, consumida hoje em 2/3 de todo o mundo.

A verdadeira “ORIGINAL“

Até o fim do século 19 a cerveja era armazenada para resfriamento em caves subterrâneas . Foi quando o alemão Carl Von Linde criou a maquina de refrigeração com o objetivo de resfriar a cerveja.

Esta máquina é a precursora da geladeira.

A geladeira foi criada primordialmente para resfriar cerveja.

Há tours diários de Praga a Pilsen para visitar as instalações e os subterrâneos da Pilsener Urquell Beer, que é fabricada regularmente ainda hoje.

Voce tambem pode ir direto de trem ou ônibus, e pegar um tour na própria cervejaria, com direito a degustação.

Meu amigo Paulo Dantas ficou lá dois dias inteiros e disse que vale a pena porque pode degustar e apreciar várias marcas,

Antes de viajar programe através dos sites específicos, pois há festivais e festas especiais tanto no Verão como no Inverno,

Praga fica muito próximo de Frankfurt, Viena, Budapeste , Nuremberg, Munich, ou seja, voce pode programar uma viagem e incluir diversas cidades importantes no roteiro, inclusive de carro,

Se quiser dicas ou saber mais especificamente sobre Praga,contatem-me diretamente.

miltonassumpcao@terra.com.br

Nos próximos blogs vou falar da Romantic Strabe e Munich.

Músicos de rua sobre a Charles Bridge. Ao fundo à direita o bairro judeu.Porta de entrada para Malá Strana
Cemitério Judeu de Praga, século 14.Reprodução da Tábua de Moisés, Museu da História dos Judeus em Praga.
Charles Bridge ligando Staré Mesto e Malá StranaRelógio Astronômico ORLOJ

Deixe aqui o Seu Comentário

Seja o primeiro a Comentar!
OK
Informe o seu nome.
OK
Informe o seu e-mail.
OK
Informe o seu site.
OK
Informe o seu comentário.
Conteúdo Relacionado