SOBRE UVAS, VINHOS, HISTÓRIA E... CERVEJA... MUNICH


07 dez 2014 às 18h27


Munich é uma das cidades mais incríveis que eu conheci.

É a capital mundial da cerveja e a Oktoberfest é a maior celebração da famosa “loira” em todo o mundo.

Só podem participar da Oktoberfest cervejarias que estão localizadas dentro do perímetro urbano da cidade de Munich.

Sou um apreciador de vinho, mas não abro mão de uma cerveja de qualidade.

É surpreendente como em Munich, mesmo no Outono e Inverno o prazer de beber cerveja é muito grande, maior do que em outros lugares.

A cerveja é intensa,impressionantemente leve e com muito sabor.

A dosagem alcoólica também é perfeita.

Estive lá nos últimos 3 anos, e tive a satisfação de degustar várias marcas.

Independente da cerveja, Munich é uma cidade completa.

São tantas as atrações que fica fácil e ao mesmo tempo difícil de escolher o que fazer.

Em primeiro lugar, é importante definir a localização do hotel.

O ideal é ficar próximo do calçadão no centro da cidade, próximo da Marienplatz.

Dali, voce circula por todos os lugares. Tanto de metrô como pelo city tour.

Ficar próximo da Hauptbanhoff não é mal, ou seja, não é longe, mas perto da Marienplatz é melhor.

A principio eu sugiro que consulte na Internet as atrações e programe sua estadia em função de seus interesses.

Para começar há aquele famoso city tour com aqueles ônibus vermelhos que tem dois trajetos ótimos.


Vou relacionar simplesmente algumas atrações sem fazer muitos comentários:

- Parque Olimpico – As modernas instalações da Olimpiada de 1972. A piscina em que Mark Spitz ganhou sete medalhas de ouro. O estádio de atletismo e futebol. O Bayern jogava ali até construir o Allianz Arena. A torre do mirante com uma vista de 360°. O atentado do grupo árabe Setembro Negro que acabou com a morte de nove membros da equipe de Israel, e que manchou os jogos. Este parque tem muita história.

- Museu da história da BMW, muito próximo do Parque Olímpico

- Oktoberfest – Criada há dois séculos quando o Rei da Baviera querendo agradar seus súditos ofereceu uma semana de cerveja grátis. No ano seguinte os súditos pediram e foram atendidos para repetir. No terceiro ano, as próprias cervejarias criaram a Oktoberfest.
Ocorre todos os anos no inicio de Outubro.

- Visita e degustação de cervejas em diversas cervejarias. Este tour só funciona nos fins de semana, mas voce pode ir direto nos locais.

- Deutsches Museum de Ciência e Tecnologia - fica próximo do centro. Dá para ir caminhando da praça principal, Marienplatz. Vale a pena dedicar pelo menos meio dia completo. O museu tem história de tudo, aviação, navegação, automoveis, instrumentos musicais, tecnologia, ciência, medicina, física, química, impressionante como é completo. Voce pode escolher os temas e visitar sòmente o que lhe interessa.

- Futebol – Allianz Arena, estádio do Bayern de Munich. Não há necessidade de pegar um tour específico. De metrô chega-se lá em meia hora e pode pegar o tour do próprio estádio.

- História – tours específicos em ônibus especiais ou walking tours sobre Nazismo, Hitler e 2ª Guerra Mundial.
Os walking tours são mais intimistas e levam voce a lugares especiais.

- História – diversos prédios, museus e locais por onde circularam as personagens da 2ª Guerra Mundial, como curiosidade a cervejaria Hofbrauhaus onde o Partido Nazista se reunia. Também o edifício onde os nazistas guardavam os quadros e objetos de artes apropriados nas invasões.

- História – Palacio de Nymphenburg, residência de Verão do Rei da Baviera, fica nos arredores da cidade e é um ponto de parada do city tour. Vale visitar pelos jardins, e residências construídas na propriedade.

- História – Palacio Residencial Real no centro da cidade, hoje um museu.

- A cidade tem a mais importante industria cinematográfica e de estúdios de gravações de musicas da Alemanha. Beatles, Rolling Stones, Queen e outros astros ingleses gravaram vários de seus discos em Munich. Há tours especiais para visitar os estúdios de cinema.

- Teatros e shows todas as noites.

- Tours para cidades medievais da Romantic Strabe, Castelos e Palácios da região.

- Tours para Salzburg na Austria, incluindo a Mina de Sal subterrânea ( impressionante)

- Tour especial, no inicio da semana para Eagle’s Nest – Ninho das Águias, casa de Hitler, na montanha na divisa da Alemanha com a Austria.

-Diversos restaurantes/cervejarias típicas espalhadas pela cidade. A comida é ótima e a cerveja melhor ainda.

- Compras/lojas – alem de todo o turismo, é bom para compras. Vale a pena dedicar um tempo para visitar as lojas. Há sempre promoções.

Nesta ultima viagem fui conhecer o Ninho das Águias, casa do Hitler no alto da montanha na divisa da Alemanha com a Austria.

Este tour é de um dia inteiro e só sai na segunda e terça-feira.

Antes de se filiar ao Partido Nacional Socialista ou Partido Nazista, Hitler fazia parte do Polícia de Munich. Enviado em uma missão policial para interrogar um morador da cidade de Berchtesgaden, ficou encantado com o local.

Alem de linda, a cidade ficava na divisa da Alemanha com a Austria, sua terra natal.

Voltou várias vezes em férias, inclusive com suas irmãs.

Quando se tornou Primeiro Ministro adquiriu uma casa de veraneio, em um lugar especial, com uma vista para a Austria.

1/3 de todo o tempo que ficou como líder dos Alemães de 1933 a 1945 êle passou nesta casa.

Muitas das reuniões e decisões, inclusive com outros líderes mundiais , durante este período ocorreram nesta casa, em Bertchtesgaden.

Em 1938, os ministros de Hitler resolveram homenagea-lo, com a construção de uma casa/bunker no topo de uma montanha próxima.

A construção feita em tempo recorde de 12 meses foi lhe dada de presente na data do seu aniversário de 50 anos.

A casa fica no topo da montanha a 1.834 metros do nível do mar e para chegar até ela, há uma estrada muito estreita, de sete quilômetros, de mão única.

Há uma central controlando as subidas e descidas dos poucos micro ônibus e carros, autorizados.

Hitler esteve lá no topo somente cinco vezes, uma delas com Mussolini.

Ele achava inseguro. Não tinha para onde fugir.

A verdade no entanto é que ele tinha acrofobia, medo de alturas.

Quem utilizou mais com mais freqüência foi sua companheira Eva Braun.

A vista do topo é maravilhosa para todos o lados, inclusive vê-se ao longe Salzburg.

Foram os soldados americanos que invadiram e tomaram posse do local, sem nenhuma resistência.

A casa de veraneio do Hitler no pé da montanha foi totalmente destruída pelos bombardeios.

Próximo ao que restou da casa há um museu e um bunker subterrâneo, com várias salas e corredores construído para proteção do Fuhrer.

Ainda hoje os habitantes de Berchtesgaden se lamentam o fato de Hitler ter escolhido a cidade para ter sua casa de veraneio.

Acabou sendo muito visada pelas bombas dos aliados.

Hoje a cidade está totalmente reconstruída.

A estação do trem por onde chegavam os visitantes para se reunirem com o Fuhrer foi totalmente restaurada e ficou muito bonita.

A cidade celebra todos ao ano uma semana dedicada a Anne Frank, menina judia, presa em Amsterdan e morta anonimamente, junto com milhares de judeus , no Campo de Concentração de Bergen-Belsen, próximo de Hannover.

Aproveito para enviar a todos meus amigos um FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO.

Em 2015 retornarei com os textos falando da região da CHAMPGANE.

Estou sempre a disposição para perguntas e dicasmiltonassumpcao@terra.com.br

Corredor homenageando Anne Frank no bunker subterrâneoHomenagem a Hitler no museu próximo do Ninho das Águias
O que restou da casa de Hitler no pé da montanhaNinho da Águias, ao fundo montanhas da Austria
Allianz Arena do Bayern de MunichPiscina no Parque Olímpico de Munich , onde Mark Spitz ganhou sete medalhas de ouro.
Degustando uma pils no famoso Hofbrauhaus.Vista de parte do Parque Olímpico de cima do mirante.

Deixe aqui o Seu Comentário

Seja o primeiro a Comentar!
OK
Informe o seu nome.
OK
Informe o seu e-mail.
OK
Informe o seu site.
OK
Informe o seu comentário.
Conteúdo Relacionado